O que faz quando a dívida é registrada em cartório?

21/08/2020 | Por: Advogada Camilla Tays

A dívida com cartório acontece quando alguém ou alguma empresa protesta um título. Isso acontece quando não recebeu o dinheiro que tinha direito de receber. Muito provavelmente, uma nota promissória, contrato, cheque ou duplicata que não foi paga.

Quando isso acontece, os Cartórios de Protestos de Títulos enviam denúncias para os Tribunais de Justiça (TJs). Em seguida, o tabelionato analisa a denúncia e intima o devedor. Caso ele não compareça, pode ficar com o nome sujo na praça.

Após isso, fica formalizada a situação de inadimplência do devedor.

Caso você tenha sido notificado por uma dívida com cartório, você terá, primeiramente, que procurar o credor e regularizar a situação, quitando a dívida ou negociando.

Ao fazer a regularização da dívida que estava em aberto, o credor deve lhe fornecer um documento informando que o débito foi regularizado.

Com a carta fornecida pelo credor, você deverá ir até um cartório de protestos. No local, é necessário apresentar, além da notificação de regularização fornecida pelo credor, documentos pessoais como RG e CPF.

Com a carta de anuência em mãos, é preciso levá-la ao cartório para retirar o protesto do seu nome. Depois de apresentada, o cartório envia para a Serasa as informações do pagamento da dívida.

Então, o cartório terá cinco dias úteis para enviar o comando de exclusão. Após o recebimento, são até 24 horas para dar baixa.

Vale ressaltar que os cartórios cobram uma taxa para a regularização de títulos. Portanto, a dica é sair de casa com um extra para não ser pego de surpresa.

 

Emita a 2ª via de certidão online:

Escolha outro Estado: